Centro Histórico de Itu e Varvito

Itu é um dos 29 municípios paulistas considerados estâncias turísticas pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar, junto a seu nome, o título de “Estância Turística”, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

A cidade conta também com vários monumentos históricos, como o Museu da Convenção, a casa onde ficou hospedado dom Pedro II, o famoso Telefone Público, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Candelária, o Semáforo próximo ao orelhão e o Armazém do Limoeiro, entre outras.

Faremos um city tour repleto de histórias, lendas, curiosidades e muitos causos, acompanhados por educadores especializados explicando cada detalhe dos locais visitados.

Roteiro: Cruzeiro de São Francisco – Igreja do Bom Jesus – Espaço Cultural Almeida Júnior – Espaço Público Marcos Steiner Neto – Praça Padre Miguel – Orelhão de Itu – Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária – Visita interna no Museu Republicano de Itu – Visita a Casa do Barão – Praça da Independência entre outros.

Parque do Varvito.

O Parque do Varvito, um verdadeiro monumento geológico inaugurado em 23 de julho de 1.995, já recebeu desde sua inauguração mais de 500 mil visitantes, entre turistas, estudantes e pesquisadores. Patrimônio tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turismo do Estado de São Paulo), o Parque do Varvito foi construído numa área de 44.346 m2 da antiga pedreira. Varvito é o nome utilizado pelos geólogos para dominar um tipo de rocha sedimentar única, formada pela sucessão repetitiva de lâminas ou camadas, cada uma delas depositada durante o intervalo de um ano.

O Varvito de Itu é a mais importante exposição conhecida desse tipo de rocha na América do Sul. Em termos geológicos, o varvito faz parte de um pacote de rochas sedimentares que contêm evidências de uma extensa idade glacial, há 280 milhões de anos, quando um enorme manto ou lençol de gelo cobriu a região sudeste da América do Sul.